Segurança de Rede: profissionalizando as defesas da sua empresa

Não sem razão, gestores vivem preocupando-se em encontrar meios de garantir a segurança de redes corporativas. As ameaças são reais e variadas e, por isso, é importante estar preparado para evitar quaisquer problemas.

Se você vive essa realidade, está no post certo! Apresentaremos aqui medidas a serem tomadas para que você profissionalize as defesas de sua empresa.

Caso sinta que ainda não esteja preparado para seguir essas dicas, confira nosso primeiro post que apresenta 7 dicas básicas para garantir a segurança de rede e, depois, volte aqui para saber como prosseguir, combinado? Vamos lá!

Porque só no nível básico de segurança não basta

De fato, organizações de grande porte são os principais alvos dos cibercriminosos. Justamente por esse motivo, elas costumam estar mais bem-protegidas.  

Como consequência, médias e pequenas empresas também entram para a lista de alvos e, estando pouco preparadas para lidar com as ameaças, se tornam ainda mais vulneráveis aos ataques.

E essa situação ocorre num cenário em que esses ataques se tornam cada vez mais agressivos e poderosos, fazendo com que apostar apenas em medidas de segurança básica seja muito arriscado. Por isso, é preciso ir adiante e, se preciso for, contar com o apoio de profissionais especializados para garantir os melhores resultados.

Como medidas de segurança de rede funcionam

A segurança alia diversas camadas de defesa, tanto para a borda quanto para a rede como um todo. Seu objetivo é tanto proteger quanto tornar essa rede e os equipamentos por ela conectados mais fortes para enfrentar e evitar problemas em função das ameaças.

Para que isso funcione, porém, é importante saber que não vale simplesmente pular para as medidas de segurança que chamamos aqui de “profissionais”. Antes disso, é preciso garantir que a empresa já siga também as medidas básicas, imprescindíveis para a conquista do objetivo de proteção da rede.

Profissionalizando as defesas de sua empresa

Uma vez que a empresa já pratique as medidas de segurança básica, é hora de dar atenção às formas de reforçar as defesas da rede. Confira:

  • Faça uso do firewall

É comum pensar que a contratação de um bom antivírus corporativo torna desnecessário o uso do firewall, mas não é bem assim. Essas ferramentas funcionam de forma complementar e, portanto, precisam estar ativas simultaneamente.

Para empresas, o mais indicado é buscar por firewalls em forma de hardware, que garantem que o processo de filtragem de ameaças que chegam até a borda da rede seja mais eficiente e veloz. Além disso, pode ser interessante apostar no uso de firewalls internos para isolar sub-redes e aumentar o nível da segurança interna.

  • Conte com um servidor proxy

O servidor proxy é uma ferramenta que permite à empresa saber quais sites e conteúdos estão sendo acessados por meio de sua rede. Assim, torna-se mais fácil identificar comportamentos de risco e, então, atualizar as regras de acesso e o uso da Internet, visando reduzir ou impedir a ação de qualquer ameaça.

Para empresas que estão começando a investir em de segurança de rede, essa medida pode ajudar a guiar os próximos passos. Posteriormente, o proxy pode servir para verificar a adequação das soluções adotadas e indicar o caminho para possíveis melhorias.

  • Conte com um controlador de domínio

O controlador de domínio ou domain controller (DC) em inglês é um servidor que garante que o acesso à rede da empresa só aconteça mediante a apresentação de dados e verificações de segurança.

É o que torna necessárias etapas de autenticação de login, com uma combinação única de usuário e senhas e outras permissões que podem, inclusive, ser estabelecidas com base na segmentação de usuários. Assim, é possível restringir ou liberar o acesso de acordo com a função ou setor de atuação dentro da empresa, por exemplo.

  • Aposte no backup em nuvem

Como dito no post anterior sobre segurança de rede, o backup por si só não é uma medida de proteção. Porém, é uma prática capaz de garantir que dados sejam salvos e possam ser recuperados no caso de qualquer adversidade.

O backup manual é uma boa saída, mas é também uma operação que demanda tempo e esforço dos colaboradores, podendo estar sujeita a falhas que impeçam que todas as informações sejam recuperadas.

Por isso, o mais interessante é apostar em um backup em nuvem, contando com o apoio de uma equipe especializada que se responsabiliza por todo processo, sem atrapalhar a rotina de trabalho da empresa.

Tem alguma dúvida sobre como profissionalizar as defesa de sua empresa? Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba nossas novidades
em seu e-mail:

Insira esse código*: captcha