Prolinx

Blog / Informe-se

Crimes cibernéticos: conheça 5 atuais ameaças do mundo virtual

Com o avanço da tecnologia e a velocidade com que os dados se propagam, é quase impossível não ter ouvido falar em crimes cibernéticos, certo? Isso porque esses crimes referem-se a práticas ilícitas cometidas utilizando uma rede de internet, o que, hoje em dia, tem se tornado cada vez mais comum.

Abaixo, listamos alguns dos crimes mais recorrentes. Confira:

1.    Sequestro de dados digitais

O sequestro de dados é conhecido pelo termo Ransomware, tendo em vista que a palavra “ransom”, em inglês, significa resgate. Nesse sentido, os criminosos têm desenvolvido procedimentos invasivos para sequestrar dados de computadores e stmartphones e exigir um alto valor para a devolução. Como o crime é realizado pela rede, é muito difícil rastreá-los. Sendo assim, é comum que o alvo seja empresas de diversos ramos e segmentos, visando o acesso a dados sigilosos, por exemplo. O que nem todos sabem, no entanto, é que muitas pessoas também têm sofrido ataques em seus aparelhos pessoais.

Confira nosso artigo com algumas dicas para se proteger do sequestro de dados digitais.

2.    Clonagem de chip

Um dos crimes que também tem se tornado bastante comum é a clonagem de chips de operadoras, o que dá acesso a diversos dados pessoais da vítima, inclusive ao WhatsApp. Dessa forma, assim como ocorre no sequestro de dados digitais, os criminosos usam esse tipo de ameaça para exigir algo, normalmente uma alta quantia em dinheiro.

3.    Phishing

Você já ouviu o termo “phishing’’? Ele refere-se à palavra fish, que, em inglês, significa “pescar”. Por meio dessa estratégia, os criminosos fingem ser funcionários de empresas confiáveis ou pessoas conhecidas pelas vítimas, tentando persuadi-las para que elas forneçam informações sigilosas ou para que elas façam algo que seja do interesse do criminoso, como realizar uma transferência bancária ou preencher algum documento, por exemplo.

4.    Fake News

Você já deve ter ouvido falar em Fake News, correto? Isso porque o termo tem sido cada vez mais utilizado pelas pessoas. Esse crime pode ser entendido como a divulgacão de mensagens falsas via aplicativos de mensagens, como WhatsApp, redes sociais ou até mesmo via e-mail. O objetivo pode ser apenas enganar a vítima e manipular a sua opinião, mas também pode visar fazer com que ela clique em algum link para que algum vírus seja instalado, gerando, muitas vezes, acesso a dados pessoais.

5.    Distribuição de malware

Talvez esse seja um dos mais antigos e comuns dos crimes digitais. Trata-se da disseminação de vírus, um tipo malware, que são softwares maliciosos desenvolvidos com o intuito de infectar o sistema e, muitas vezes, invadi-lo para obter o acesso a dados. A principal característica é a capacidade de se autorreplicar, ou seja, os vírus são capazes de infectar outros arquivos e computadores.

Conforme exposto, portanto, os crimes cibernéticos são uma realidade cada vez mais comum, tendo em vista o avanço da tecnologia e o desenvolvimento de novas funcionalidades online, o que tem atraído criminosos que visam, sobretudo, o acesso a dados digitais. Nesse sentido, é fundamental proteger os dispositivos pessoais e os da sua empresa.

Gostou do artigo? Aproveite para conferir algumas ações fundamentais para evitar um ataque hacker em sua empresa!

Possui alguma dúvida ou sugestão? Entre em contato conosco clicando aqui.

Leia também os artigos relacionados 

Leia mais...

CenturyTelecomDedic(feed)-min
Blog25_Wifi(feed)-min
CiscoIMATextil(feed)-min