Prolinx

Blog / Informe-se

Conheça os diferentes tipos de licenciamento Microsoft

Conheça os diferentes tipos de licenciamento Microsoft

O uso de softwares Microsoft sem licença ou, ainda, pirateados pode acarretar sérios problemas para uma empresa. Por meio de fiscalização e até de denúncias, a desenvolvedora pode descobrir irregularidades que levam à multas e até a processos cíveis e criminais.

Além disso, o uso de softwares não-licenciados impede que uma empresa tenha direito a atualizações de segurança, fundamentais para a proteção de todo o sistema, ou ao suporte da Microsoft em caso de problemas.

Assim sendo, é importante conhecer os principais tipos de licenciamento Microsoft para se certificar de fazer a escolha mais adequada para a sua empresa. Continue a leitura do post e saiba mais!

Software OEM (Original Equipment Manufacturer)

O software OEM é uma licença destinada à equipamentos novos que já tenham o sistema operacional Windows pré-instalado. Isso significa que ao comprar um novo computador de mesa ou notebook, sua empresa não precisa se preocupar em adquirir a licença.

Vale ressaltar, porém, que a licença do software OEM só pode ser utilizada no equipamento de origem, não podendo ser reinstalada em outras máquinas. Assim sendo, caso seja necessário trocar o equipamento, é importante se certificar de que este também tenha o software pré-instalado ou providenciar a compra de uma licença adequada.

FPP (Full Packaged Product)

O licenciamento FPP é popularmente conhecido como “licenciamento de caixa” justamente porque acompanha o software vendido em caixa, que pode ser adquirido junto à revendedoras Microsoft.

Como também é uma licença que tem uso restrito somente à uma máquina, pode ter um custo de implementação mais alto, caso a empresa tenha muitos equipamentos em uso.

Assim sendo, esse o licenciamento FPP é mais recomendando à empresas pequenas, mas vale ressaltar que, atualmente, essa solução vem sendo substituída por opções que para download apresentadas pela própria Microsoft.

ESD (Eletronic Software Delivery)

O licenciamento ESD é a solução para download anteriormente mencionada, que aparece como alternativa para o licenciamento FPP. Assim sendo, apresenta características bastante similares, se diferenciando principalmente por eliminar a necessidade de compra do software em caixa.

Isso significa que o ESD pode ser baixado a qualquer momento, desde que se tenha acesso à internet. E essa praticidade do licenciamento digital tende a reduzir custos, tornando o software mais acessível para a empresa.

CSP (Cloud Solution Provider)

Para acompanhar o crescimento da computação em nuvem, a Microsoft desenvolveu uma licença específica. A CSP pode ser paga por mensalidades, permitindo alteração no número de licenças de acordo com a necessidade da empresa, ao longo do período de contrato.

Dentre outros aspectos, isso significa que a empresa que contrata esse tipo de licenciamento tem a mesma vantagem já conhecida dos serviços em nuvem: um gasto previsível e ajustável às necessidades de uso.

Licenciamento Open

A Microsoft disponibiliza três tipos de licença por volume (ou licença open) destinadas preferencialmente à empresas de pequeno e médio porte. Num geral, esse tipo de licenciamento funciona permitindo que outras licenças sejam adicionadas ao pacote da empresa, de acordo com sua necessidade.

O Open Licence é considerado um modelo de nível básico que permite a aquisição perpétua para uso do software, porém sem direito à manutenção ou atualizações. Por sua vez, o Open Value permite suporte, atualização e treinamento, sem qualquer necessidade de alteração no contrato.

Por fim, vale mencionar o Open Value Subscription. Nesse caso, a empresa faz um “aluguel” da licença, podendo administrar mais facilmente o volume de licenciamentos utilizados de acordo com a variação da própria demanda.

MPSA (Microsoft Products and Services Agreement)

O licenciamento MPSA é recomendado para empresas de grande porte, que contem com 180 computadores ou mais. Nesse sentido, tem o objetivo de permitir que a empresa adquira as licenças por contrato único, contribuindo para facilitar a gestão das soluções contratadas, bem como para um preço mais atraente.

A solução pode ser implementada em nuvem ou de forma híbrida e é apresentada pela própria Microsoft como a maneira mais fácil de adquirir os seus serviços de nuvem e o software.

Enterprise Agreement

O licenciamento Enterprise Agreement é também uma opção para empresas de grande porte, sobretudo para aquelas que buscam a padronização de seus equipamentos com produtos Microsoft.

A solução é flexível, permitindo a variação do volume de licenças adquiridas e a sua gestão por meio de contrato único. Além disso, o Enterprise Agreement permite que empresas aluguem essas licenças ao invés de comprá-las, o que pode tornar a relação custo x benefício mais vantajosa.

Ainda está em dúvida quanto à escolha do licenciamento Microsoft ideal para a sua empresa? Entre em contato conosco, nosso time está preparado para te ajudar!

Estou disponível no WhatsApp para conversaremos sobre Licenciamento Microsoft na sua empresa

Presleyson Lima

Leia mais...

CenturyTelecomDedic(feed)-min
Blog25_Wifi(feed)-min
CiscoIMATextil(feed)-min